RILEXINE 150 INJETAVEL 250 ML

Cód.: 28363

INDICAÇÃO:

Tratamento de infecções causadas por microorganismos sensíveis à cefalexina, nas seguintes espécies: BOVINOS, OVINOS E CAPRINOS
Infecções respiratórias: Corynebacterium pyogenes, Pasteurella spp., E. coli, Salmonella spp.
Infecções gastrintestinais: E. coli, Proteus mirabilis, Salmonella spp., Pasteurella spp., Fusobacterium necrophorum, Clostridium spp., Shigella spp.
Infecções geniturinárias: Corynebacterium pyogenes, E. coli, Salmonella spp.
Infecções articulares e cutâneas: Corynebacterium pyogenes, Clostridium spp., Fusobacterium necrophorum, Streptococcus spp.
Infecções ósseas: Fusobacterium necrophorum.
Infecções oculares: Moraxella catarhallis.
Mastites com comprometimento sistêmico: Staphylococcus spp., Streptococcus spp., E. coli, Proteus mirabilis, Micrococcus spp., Actynomices spp., Salmonella spp., Corynebacterium pyogenes, Peptococcus spp.
SUÍNOS
Infecções respiratórias: Fusobacterium necrophorum, Pasteurella spp., Actinobacillus spp., Haemophillus spp.
Infecções gastrintestinais: Clostridium spp., Salmonella spp.
Infecções geniturinárias: Corynebacterium pyogenes, E. coli, Klebsiella spp.
Infecções articulares e cutâneas: Erysipelothrix spp., Staphylococcus spp., Streptococcus spp., E. coli, Corynebacterium pyogenes.
Mastites com comprometimento sistêmico: E. coli, Klebsiella spp., Staphylococcus spp., Streptococcus spp.,Actinomyces spp., Fusobacterium necrophorum.
CÃES
Infecções respiratórias: E. coli, Klebsiella spp., Pasteurella spp., Streptococcus spp., Actinomyces spp.
Infecções gastrintestinais: Clostridium spp., E. coli, Salmonella spp., Shigella spp.
Infecções geniturinárias: E. coli, Staphylococcus spp., Streptococcus spp., Proteus mirabilis, Klebsiella spp.,Corynebacterium pyogenes.
Infecções articulares e cutâneas: Staphylococcus spp., Streptococcus spp., Proteus mirabilis, E. coli, Pasteurella spp.
Infecções ósseas: Staphylococcus spp., Actinomyces spp., Pasteurella spp., Peptostreptococcus spp.
GATOS
Infecções respiratórias: Pasteurella spp.
Infecções gastrintestinais: Clostridium spp., E. coli, Salmonella spp., Shigella spp.
Infecções geniturinárias: Corynebacterium pyogenes, E. coli, Klebsiella spp., Proteus mirabilis, Staphylococcus spp., Streptococcus spp.

APLICAÇÃO:

Tratamento de infecções
Bovinos: 1 mL de produto para cada 15 a 20 kg de peso (7,5 a 10 mg de cefalexina/kg), a cada 12 ou 24 horas, durante 1 a 3 dias.
Ovinos, caprinos, suínos, cães e gatos: 1 mL de produto para cada 15 kg de peso (10 mg de cefalexina/kg), a cada 12 ou 24 horas, durante 1 a 3 dias.
Profilaxia cirúrgica em cães e gatos
Administrar 1 mL para cada 6 kg de peso, concomitante à medicação pré-anestésica, 8 horas após a cirurgia e 24 horas após a cirurgia.
Administração:
Agitar bem antes de usar.
Administrar a dose recomendada por via intramuscular, respeitando-se as condições habituais de assepsia.
Seguir sempre a recomendação do Médico Veterinário.

Período de Carência:
Para o consumo de carnes bovina, ovina e suína: 4 (quatro) dias após o último tratamento.
Para o consumo de leite: 96 horas após o último tratamento.(Descartar o leite somente do teto infectado)

APRESENTAÇÃO:
Cartucho acompanhado por uma bula, contendo 1 frasco-ampola com 100 e 250 mL.

FÓRMULA:
Cefalexina (monohidratada)...........................15,0 g
Veículo.....q.s.p.............................................100,0 mL

Logo Whatsapp